• Victor Simonelli

A busca por desempenho ainda mais presente em 2020

Em 2019, dois técnicos estrangeiros vieram para o Brasil, e fizeram um ano com o saldo inegavelmente positivo. Os dois Jorges, Jesus e Sampaoli, um é português e o outro argentino. Um pelo Flamengo, outro pelo Santos.


Na onda dos estrangeiros, o Internacional em 2020, anunciou a contratação de Eduardo Coudet. Técnico argentino, com passagens marcantes por Racing e Rosário Central, equipes argentinas. O hermano desde o começo do ano vem tendo seu trabalho enaltecido pela mídia.

Sampaoli e Coudet se cumprimentam antes do jogo entre suas equipes. Foto: Portal Resistência Colorada

Na contramão disso, temos os clubes de São Paulo. Corinthians, Palmeiras e Santos, já trocaram seus técnicos nessa temporada. Corinthians e Palmeiras fizeram a final do Campeonato Paulista de 2020. Pelo lado alvinegro, Tiago Nunes era o técnico. Com passagem pelo Athlético Paranaense, o treinador veio com a missão de mudar a forma de jogar da equipe do Corinthians.


Pelo lado do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo. Técnico consagrado no cenário nacional, com um currículo de fazer inveja a muitos técnicos, é um dos treinadores com maior currículo do mercado atual de técnicos brasileiros. Mesmo em lados opostos, Tiago e Vanderlei, tem algo em comum. Foram muito cobrados por mídia, torcida e diretoria, pelo fator desempenho.


Tiago Nunes não conseguiu implementar seu estilo no time do Parque São Jorge. Ao longo de sua passagem no Corinthians, o treinador teve seu desempenho a frente da equipe paulista, muito abaixo do esperado. Foi demitido, após um revés diante do maior rival, na Neo Química Arena, casa do Corinthians.

Luxa e Tiago Nunes. Ex técnicos de Palmeiras e Corinthians. Foto: Globo Esporte

Vanderlei Luxemburgo, teve um aproveitamento de 60% a frente do Palmeiras. O grande questionamento durante toda a sua passagem, além do nível de jogo praticado pela equipe do Palestra Itália, a crítica em cima do trabalho realizado pelo treinador, é também pela alta quantidade de empates, durante toda a passagem dele pelo Palmeiras ao longo do ano.


O Santos, na contramão, buscou no português Jesualdo Ferreira, no começo do ano, algo parecido com o que teve com Jorge Sampaoli em 2019. Um time que jogava bem a maioria dos jogos, e que tinha como marca principal, a busca a todo momento pelo ataque. Ao longo do ano, viu que o treinador não surtiu efeito e fez a troca do comando técnico por Cuca, que vem apresentando resultados melhores na equipe da Baixada.

Heinze é ex técnico do Vélez Sarsfield. Foto: Lance

A mais recente troca do comando técnico dos clubes em São Paulo, ocorreu no Palmeiras. Hoje, dia 15/10/2020, o clube não se manifestou sobre o anúncio do novo técnico. Gabriel Heinze, ex técnico do Velez Sarsfield, equipe argentina, e Miguel Angel Ramirez, técnico do Independiente Del Valle do Equador.


Agora, o que cabe ao Palmeiras, na humilde opinião de quem vos escreve, é analisar e chegar no melhor custo benefício para o que pretende a equipe palestrina no ano, com três competições a disputar, e uma delas, o sonho de consumo da torcida, a Copa Libertadores da América.

REDES SOCIAIS:
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn ícone social