• Victor Simonelli

Contrastes da semana: Martinelli e Coutinho. A diferença dos brasileiros no futebol europeu

Gabriel Martinelli, 18 anos de idade, atacante do Arsenal, equipe inglesa. Philippe Coutinho, 27 anos, meia do Bayern, equipe alemã. Um fez um golaço durante a semana no clássico londrino entre Chelsea e Arsenal. O outro teve a notícia publicada pelo jornal “Bild” que deve ser devolvido ao Barcelona, equipe que detém os direitos federativos do jogador.


Martinelli tem um início impressionante no Arsenal. São 22 jogos e 10 gols marcados. E, nesta semana, marcou um golaço. Arrancou em direção ao gol do Chelsea, passando por Kanté, parando somente no gol defendido pelo goleiro espanhol Kepa.


O brasileiro tem um começo de trajetória europeia impressionante. Em 22 jogos, Martinelli vem mostrando ao torcedor dos Gunners(apelido da equipe do Arsenal) suas credenciais. O jornalista Jonathan Liew, em sua coluna no renomado jornal “The Guardian”, enalteceu o brasileiro.

Gabriel Martinelli deixando Kanté no chão. Fonte: Forbes

“Durante toda a noite, Martinelli sentiu um zumbido de energia, um zumbido das engrenagens, o bater de um coração inquieto. Ele pressionou incansavelmente. Ele tentou abrir aberturas. Ele repreendeu os colegas de equipe quando eles não conseguiram colocar a bola onde ele queria.” - afirmou o jornalista.


É um início de Martinelli que impressiona a todos. Fantástico e desequilibrante. Após o jogo dessa semana contra o Chelsea, o brasileiro entrou de vez na briga pela titularidade do ataque da equipe de Londres.


Na contramão da novidade que Martinelli é na Inglaterra, tem Philippe Coutinho. O meia, titular da seleção brasileira, segue em baixa no Bayern de Munique, equipe alemã. Hoje pela manhã, o jornal “Bild”, conceituado diário esportivo alemão, publicou uma matéria dizendo que os bávaros não exercerão o direito de compra do passe do brasileiro.

Coutinho comemora gol com a camisa do Bayern. Fonte: Terra

O valor da transferência seria em 120 milhões de euros(pela cotação de hoje, 556,8 milhões de reais). Coutinho tem com a camisa do Bayern 23 jogos, marcou 7 gols e deu 5 assistências. O alto valor da transação, de acordo com o jornal “Bild”, tem sido o fator decisivo para que o clube alemão não exerça a contratação do brasileiro.


A notícia vem em péssima hora para Tite. Coutinho é peça fundamental do esquema do treinador. O técnico brasileiro sabe o quanto é importante o meia para o desenvolvimento do jogo da seleção canarinho. O meia alterna boas e más atuações com a camisa dos bávaros.


Contudo, cabe ao técnico brasileiro valorizar o meia e, principalmente, resgatar aquele que um dia, era o jogador mais decisivo do Liverpool. Com o passar do tempo, a troca pelo Barcelona, tem se mostrado uma decepção para o brasileiro.

51 visualizações
REDES SOCIAIS:
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn ícone social